Fale Conosco
0800 771 33 20
14 3326 3483
Whatsapp

Critérios de Controle da Radiação Solar

Período do Ano para Controle da Radiação Solar

O principal critério de avaliação de desempenho e de recomendação para uso dos toldos é o de se eliminar a radiação solar durante os horários críticos e durante o período mais quente do ano. A conseqüência deste ganho de calor deve ser avaliada sob duas óticas principais do conforto térmico: as condições de verão e as condições de inverno. Na realidade, o que se deseja é que os ambientes sejam termicamente confortáveis tanto numa situação quanto noutra. É o famoso “fresquinho no verão e quentinho no inverno”.

Orientação das Fachadas
A orientação da fachada é uma variável importante na definição da quantidade de radiação nela incidente.

Determinação do Potencial de Economia de Custos de Instalação e de Energia no Consumo Mensal da Conta de Luz com a Utilização dos Elementos Externos de Controle da Radiação Solar

  • Foi realizada uma avaliação do potencial de economia nos custos de instalação e de energia quando da adoção dos elementos de controle da radiação solar. Esta avaliação partiu das seguintes premissas:
  • Carga térmica que penetra no ambiente somente pelo vidro. Não foram considerados ganhos pelas paredes, nem pela ocupação (pessoas), nem pela iluminação artificial e nem pelos equipamentos (eletrodomésticos). O objetivo é isolar a contribuição da superfície envidraçada para uma melhor avaliação do impacto do elemento de sombreamento – o toldo;
  • O tipo de vidro considerado foi o comum, transparente, de Fator Solar = 0,86;
  • Considerou-se, para a análise econômica, a retirada da carga térmica final do ambiente, proveniente da insolação da abertura, somente pelo ar-condicionado e não pela ventilação natural;
  • O tipo de ar-condicionado utilizado para a avaliação econômica foi o individual de parede, o coeficiente de conversão de carga térmica em Watt em potencia instalada foi de 2,75;
  • O tipo de utilização do ambiente considerado na tarifa de energia elétrica para cálculo do consumo foi o “residencial”;

 

As conclusões deste estudo demonstram que:

  • Os impactos econômicos relativos à economia de instalação e uso do ar-condicionado devidos à utilização dos elementos externos de controle da radiação solar são enormes, variando de acordo com a dimensão da abertura, sua orientação e a cidade em que se encontra;
  • Quanto maior for a área da abertura maior será a economia;
  • A redução da carga térmica em percentagem é mais sensível para latitudes entre 0º e 16º que entre 16º e 32º. Mesmo assim ela é muitosignificativa em ambos os casos (de 70 a 80% no primeiro caso e entre 40% e 70% no segundo caso);
  • O custo de investimento no toldo é amortizado em poucos meses, dependendo das características deste elemento de proteção (suas dimensões, materiais, sistema de operação, etc.);
  • A adoção dos elementos de proteção externos da radiação solar, além de forte impacto econômico têm conseqüências óbvias nas condições de conforto do usuário. Além disso, contribuem para uma arquitetura energeticamente mais consciente e responsável, não desperdiçando energia, cada vez mais escassa.